sobre ontem

4 respostas
E ai? Ele me perguntou após me responder que sim, havia beijado a outra menina.
Eu disse a ele que estou confusa. Disse que estou com raiva dessa história de haver menina. Disse que não é normal eu sentir isso e que eu não sei o que está acontecendo comigo.

Disse isso andando de um lado pro outro da sala, quase me esbarrando nas paredes. Enquanto ele, quieto, me observava.

Eu disse que o outro dia no restaurante universitário foi constrangedor. Parecia que eu e a outra moça o estávamos disputando. Disse que se eu não passei por isso na adolescência, não o passaria agora. Ele nada respondeu.

Pedi um pouco de... Água?; ele completou. Sim, por favor; respondi.

Ele me perguntou se eu não estaria o amando. E eu ri. E meu riso, de tão forte que ecoou pelo prédio inteiro. Eu não queria. Mas ri.
Eu ri de desespero. Mas não sei se ele sabia.

Eu disse a ele que pensei em não ir na casa dele por uma tempos. Até a poeira baixar. Ele me perguntou se minha solução era não ir mais na minha casa. Eu ri sem graça e perguntei qual a solução dele. Ele não respondeu.

04/10/2015
Salvador, Bahia, Brasil.