Vanessa

2 respostas
Fazia tempo que não conversávamos daquela maneira. Nos últimos meses ela estava tão fria comigo que eu nem acredito que passamos a noite deitados juntos, falando besteira e ouvindo jazz. Ela me contou sobre a viagem à Grécia e o fim do noivado. Eu lhe contei as peripécias da faculdade e como a família de virou sem ela para intermediar as discussões. Só não tive forças para lhe contar como foi difícil passar esse último ano sem ela. Mas, pouco antes das 4 da manhã, ela me surpreendeu com a pergunta:
- ô Rafael, cê ainda em ama?