Sobre esses dias

3 respostas
Me perdoe, eu não sei exatamente se alguém vem aqui, se ninguém vai ler isso, mas de qualquer forma acho que devo uma explicação. Há muito não escrevo uma linha sequer, não é que a criatividade tenha acabado, mas é que a vida não me deixa mais ter olhos para a imaginação.

As coisas acontecem e deixam de acontecer tão rápido, as pessoas vem e vão tão rápido, a vida passa tão rápido. Enfim (ou esse é apenas o começo?), não vou prometer nada, não vou tentar nada, mas sinto que só posso desabafar com vocês. Estranho, pois me sinto melhor contando para pessoas que nunca vi o rosto do que para amigos que me espremem para saber sobre meus sentimentos. Algumas vezes eu penso em conversar com Mari, uma amiga de muitos anos, ou Bruno, um amigo mais recente, mas que sabe sobre mim quase tanto quanto Mari, mas acho que eeas já tem problemas demais pra eu encher ainda mais a cabeça deles.

Sabe, esses dias eu ando confusa, não sei mais o que fazer da minha vida. Já pensei em fugir, mas parece que se eu não estiver aqui para equilibrar as tensões minha casa vai desabar, se eu não estiver firme para ajudar meus amigos e familiares parece que eles não vão resistir, se eu não... Eu não sei de mais nada. Já pensei em tudo, mas o medo de decepcionar quem amo sempre me impede de fazer qualquer coisa. Esses dias fora, constatei uma mania antiga minha, da qual não consigo me livrar: eu sempre ponho as necessidades dos outros sobre meus ombros, renegando minhas vontades para satisfazer as ansiedades e os desejos deles. Não sei se é uma qualidade, se é um defeito, na verdade eu não sei de merda nenhuma, percebi que nem mesmo sei quem é Laisa.

Bem, acho que nunca fui tão sincera quanto hoje, mas penso que devia isso a todos que leem, todos que seguem e a todos os meus amigos. Se alguma coisa mudar ou se eu escrever qualquer parágrafo que seja, eu prometo que venho aqui correndo para lhes mostrar. Por hora, peço que sejam compreensivos com essa criança de 17 anos que acaba de despejar seu coração para vocês, como alias nunca fiz antes e não prometo fazer de novo.