um poema em pausas.

estou me rasgando.
é aquela velha melancolia.
guardada. grudada.
mas hoje eu não quero chorar.

2 comentários:

João disse...

Chora amanhã!

Guilherme Rodriguez disse...

E as vezes, pra não se rasgar, nos corroemos por dentro.