A quem possa interessar

Eu não sou escritora. Nem poeta, nem artista, nem nada dessas coisas. Só os admiro.
Eu não sei de onde alguns tiram a estúpida idéia de que eu eu sou uma boa menina.
Eu não tenho sentimentos. E, se eles existem, eu os ignoro propositalmente.
Eu me deixo conhecer até certo ponto. E os que ousam ultrapassar esse limite não raro se arrependem.
Não permito que se apeguem muito ou que se tornem dependentes de mim.
Apesar de tudo, eu não me acho uma pessoa ruim. Os maus são muito piores do que eu.
Eu só não presto.

É claro que eu também poderia falar das minhas qualidades, mas eu não sei fazer isso e nem mesmo sei quais são elas.


4 comentários:

Nicolas disse...

Você é sexy. Isso é uma qualidade. E escreve bem, por mais que você jure que não.
Ser artista e ser reconhecido são coisas bem diferentes. Quantos artistas por aí são muito melhores que os que são famosos e tal?

obs: É, você é um amor de menina. haha

รяª Nathalia disse...

Acho muito foda o que você escreve.
Eu li o post " logo logo". É perfeito.

Até publiquei aqui: https://www.facebook.com/pages/Minha-forma-de-Expressão/226848384012472

Tem os direitos autorias.

ઇઉ Amanda Nárgela ઇઉ disse...

Não acho que sou uma pessoa boa também...o problema é que criaram um esteriótipo muito cliché de gente "boazinha"...são os tipos {não}humanos que fato e mais parecem terem sidos "cuspidos"de um mundo perfeito.
bjin

Diego Augusto disse...

Uow, primeira vez aqui, gostei do que li.
Distante do Sol