o céu

ontem à tarde o céu era a coisa mais linda que já vi na vida. Não havia ninguém mais na rua. Eu era o único ser humano capaz de apreciar aquela maravilha alaranjada. As nuvens fluorecentes contrastavam com o azul adormecido do céu do entardecer. Mal reparei as pessoas que de repente apareceram a minha volta. E eu, que mal conseguia olhar pra outro canto, não entendia como eles não viam o céu. Eu não compreendia como eles não se maravilhavam e simplesmente seguiam suas vidas sem para ao menos um instante para contemplar com aquela beleza imensurável. Mas em algum momento tudo foi se apagando e o alaranjado sublime deu lugar a um azul escuro devastador. E aí eles viram.
- Já é noite. - disseram
Só viram a beleza depois que esta se apagou.

Um comentário:

Bruno disse...

Maria,
oi tudo bem? Agradeço a senhorita pelas poucas e maravilhosas palavras no blog das flores. São para pessoas como você que dedico-me a escrever.
Obrigado!